quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O apertozinho no coração....

Às vezes acho que não sei amar...
Sinto-me como se vivesse dentro de uma caixinha, onde me escondo sempre que tenho medo ou até mesmo quando não sei o que fazer.
O pior de tudo é que vivo dentro dessa caixinha, há muito tempo...
Há demasiado tempo...
E aprendi a ficar lá quietinha. Longe de tudo. Aprendi a guardar a sete chaves o que sentia. Comecei a não viver as coisas, para não ter que sofrer.
Quando tentei sair, já era tarde, tinha demasiadas "raízes". E não consegui, cometi erros atrás de erros...
Fiquei sozinha de novo e dessa vez fiquei a sofrer... Porque tentei libertar-me e não consegui. E eu queria tanto ter conseguido...
Por um lado isso fez-me bem. Aprendi da pior maneira, que para receber tinha que dar. Sem medos e sem inseguranças...
A caixinha nunca a larguei, mas consegui acabar com as "raízes". Comecei a conseguir sair dela, sem medo e a voltar quando me sentia mais à toa.
Felizmente tive uma segunda oportunidade. E não cometi os mesmos erros...
Mas às vezes acho que não sei o que fazer com aquilo que sinto. O medo de arriscar foi substituído pelo medo de o perder. Embora isso seja um segredo só meu.
Ontem dei por mim, com um apertozinho no coração...
Sei que devia dar mais de mim, talvez. Mas não consigo...
E quando o sinto mais distante... Tenho medo.
Só porque gosto tanto tanto dele que às vezes não sei o que fazer com isso...

3 comentários:

Jennifer disse...

LIndO d+ ..
Vx foi sincera e
simples com suas palavras amei tocou ...

Miguel disse...

Um dia, quando gostares de alguém mesmo, quando sentires que amas, tudo isso ficará de lado. Não te preocupes pois chegará no tempo certo.
A vida pode parecer estranha mas sabe o que faz...

Beijo

Yoga Girl disse...

Outro post com que me identifico mt...********