segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Cromos!

Há uns tempos falei aqui das vantagens que havia por ter um trabalho onde passo a maior parte do tempo, rodeada de homens.
Hoje venho aqui falar de uma desvantagem. Nem todos os homens que por aqui passam são bonitinhos e engraçadinhos e simpáticos.
Com muita pena minha, há os crominhos também. Acham-se sempre com muita graça e estão sempre prontos a mostrar isso.
Acontece que eu já não tenho muita paciência para esse tipo de homens e se antes lhes fazia assim um sorrisinho amarelo para dar ar de ser simpática, agora eu respondo. Respondo a primeira coisa que me passa pela cabeça!
Ontem, encontrei-me no supermercado com um desses clientes (ou cromo, como lhe queiram chamar). O senhor com os seus trinta e qualquer coisa anos, disse-me olá e parou à minha frente. Ficou a olhar para mim como se eu tivesse alguma coisa de estranho vestida. Ainda pensei que pudesse ser o fecho das calças aberto (acontece!!), mas as calças nem tinham fecho!!! Então, olhei para ele assim meio de lado e perguntei...
- Mas o que é que foi?
E ele responde assim com a maior lata do mundo:
- Comparada comigo, tu és tão magra que até me faz confusão olhar para ti...
E eu respondi, de sorriso na cara, e simpatiquíssima:
- Tem bom remédio... Não olhe para mim!!!


É, quase toda a gente diz que eu tenho resposta sempre na ponta da lingua!

2 comentários:

Walker Woman disse...

A parvoíce de alguns homens não tem limites realmente!

Respondeste bem ;)

Beijito!*

Rita da Maçaroca disse...

Ahahahahah é assim mesmo!
Dá-lhe aíí :DD