sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Tão espertinha que eu sou!!!


Há pessoas que entram na nossa vida por acaso. Completamente por acaso. E por cá ficam... O M. foi uma dessas pessoas. Além dese ter tornado no meu melhor amigo, é o irmão que nunca tive. Temos uma amizade fantástica, onde há lugar para coisas sérias, para brincadeiras e disparates. São horas de diversão garantida.
Ontem num desses momentos de brincadeiras, falávamos em jantares e apostas...
M.- Queres apostar?
Eu - Eu aposto! E mais, apostamos já um jantar. E escolho eu - rodízio de marisco.
M. - Naaaa, isso não! Eu nunca comi, sei lá se é bom. Não vou apostar para depois não comer.
Eu - Mas olha que é muita bom, acredita em mim.
M.- Já comeste?
Eu.- Não...
M.- Então como sabes que é bom?
Eu - Então... Vi comer!... E ninguém estava a fazer cara feia!

Eu tenho sempre resposta para tudo... 




5 comentários:

Nina disse...

Um rodízio de marisco é sem dúvida alguma um dos maiores prazeres ao cimo da terra!!! Adoro e aconselho a todos experimentarem, desde que se goste de marisco claro.

Pocahontas na Cidade disse...

Sem dúvida alguma... Conseguiste-te safar! :)
Mas eu não ia nessa hehe

Eu não queria ser cusca, mas sou burrinha...

A aposta em si era o jantar? Ou o jantar era só se tu ganhasses...?

Cláudia disse...

Pocahontas na Cidade, o jantar era se eu ganhasse! ;)

Rita da Maçaroca disse...

ahahahahah
Touché :D

Pocahontas na Cidade disse...

Então ele não pode dizer que não quer... Uma pessoa quando faz uam aposta, nunca faz para perder. Se perder, sujeita-se à "consequência"!

E um jantar por pior que seja, tendo a tua companhia, não é ruim :p