quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Disponível, mas completamente indisponível

Katie Holmes

Um dia, eu gostava de perceber por que razão é que não ter namorado, é sinonimo de estar completamente disponível.
Um dia, eu gostava de perceber por que razão é que não ter namorado, significa que tenho que "aproveitar" tudo o que me aparece à frente, e como não o faço ainda ser apelidada de "esquisitinha".
Eu sei que sou um bocado... Hum... Selectiva demais, é verdade... Sempre fui! E quando gosto de uma pessoa, gosto a sério, aconteça lá o que acontecer. E por isso mesmo, neste caso estar disponível é a mesma coisa que estar indisponível.
É a mesma coisa que estar em casa e ter na porta um papel a dizer "Saí, volto já!". Que é como quem diz - estou cá, mas indisponível.
É mau ter que levar com as pessoas a dizerem-me estas coisas, mas eu já desisti de explicar. Digo apenas que estou " disponível, mas completamente indisponível".
Sorrio, ninguém percebe, mas já passou!

E vá, ter alguém especial, também ajuda a essa indisponibilidade. Mas... shhhiu...

2 comentários:

Miguel disse...

Pois, temos aqui dois "esquisitinhos" então...

Mas ainda te dás ao trabalho de explicar?
Já passei essa fase... Respondo que "logo se vê" sabendo que não se vai ver nada mas assim também não chateiam...

Porque quando tiver de acontecer, acontece!

Pedro Bom disse...

Sem ver este Post, já tinha comentado noutro que era exigente.
Qd digo que sou "esquisitinho" às pessoas, todos querem saber pormenores, quando digo que é em geral... ficam perdidos.