quinta-feira, 16 de julho de 2009

Relações?

Há coisas que realmente me fazem um bocado de confusão, mas acredito e sei que muitas vezes só passando por isso se consegue compreender.

Até que ponto é que duas pessoas conseguem continuar uma vida em comum, quando tudo o que os ligava simplesmente desapareceu?
Tenho dois amigos nesta situação... Bastante novos e dói só de olhar para eles.
Casaram há uns anos... Estavam e foram muito felizes. Mas, o tempo, a vida, a rotina, e tanta coisa mais, destruiram tudo. Neste momento posso compara-los a duas pessoas que nos tempos da faculdade partilham a mesma casa.
O que me custa é vê-los infelizes e nem um nem outro ter coragem para dizer "basta!!".

Até que ponto se consegue suportar isto?
Viver infeliz, viver um casamento que no fundo é como se fosse um teatro, viver sem amor, viver sem paz...
Tudo por causa da vergonha de passar por um divórcio, por causa do medo da família, por causa de tudo o que implica um divórcio... E acima de tudo medo de deixar tudo para trás e arriscarem a serem felizes sozinhos.
Só há está vida... Se não fizermos as coisas na altura certa, quando tivermos a coragem suficiente para isso, já será tarde.

Demasiado tarde...

1 comentário:

Miguel disse...

Ia dizer que nunca é demasiado tarde mas esse nunca não existe. Aliás, como deve acontecer com tudo o resto.
Mas o demasiado tarde só chega quando as pessoas quiserem que assim seja.

SE já se Amaram - e isso pode ser questionável pois podem simplesmente ter-se gostado bastante, o que é outra coisa - podem perfeitamente agarrarem-se a isso e reconstruir o que tiveram.
É uma questão das pessoas quererem.

Querer é poder!
Dizem.
E eu acredito que sim!