quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Tempo?

Posso dizer que hoje me sinto feliz. Que ultimamente me tenho sentido feliz e em paz.
Atingi aquilo que gosto de chamar o "meu equilibrio" a quase todos os níveis.
Faço o que gosto, vivo onde gosto de viver, tenho poucos mas grandes amigos, tenho um verdadeiro príncipe encantado, tenho o voluntariado nos bombeiros que adoro, tenho feito aquilo que realmente me dá prazer fazer.. Que poderia eu pedir mais?
Nada, pois claro. Mas se pudesse pedia. Pedia tempo. Tempo extra para dormir, tempo extra para mim, tempo extra para descansar, tempo extra para fazer outras coisas que gosto.
Não estou a reclamar de barriga cheia, como se costuma dizer, estou simplesmente a dizer que nunca tinha sentido que o tempo era pouco. Não entendia bem porque tanta gente queria que os dias tivessem 48h. Agora entendo e desejo o mesmo.
Vivi demasiados anos a ver o tempo passar, agora quero que o tempo pare para eu ter tempo de viver tudo o que não vivi.
Tarde demais? Talvez... Mas enquanto o dia não acabar, estou cá para o aproveitar!

2 comentários:

A.Menina disse...

Bem voltada C =)

Hugo de Macedo disse...

Verdade, não é tarde demais.
Os dias, se forem bem aproveitados/preenchidos, nem damos pelo tempo passar...daí a necessidade de depois termos tempo para nada fazer.